0 pessoas acharam isso útil

Os efeitos do álcool sobre o corpo variam dependendo de quanto, quando e como você bebe. Sua saúde, altura, idade, sexo e o que você comeu, são todos fatores importantes. Embora os efeitos do álcool possam ser sentidos em todo o corpo, ele afeta alguns órgãos, mais do que outros. Confira abaixo os efeitos causados pelo excesso de álcool no corpo

Cérebro

O álcool interfere nas vias de comunicação do cérebro e pode afetar a forma como ele funciona. Essas perturbações podem diminuir sua coordenação, o que pode levar a acidentes. Beber também estimula as glândulas suprarrenais, o que lhe dá uma sensação boa a princípio, deixando você mais relaxado e, por fim, mais simpático e aberto. No entanto, o álcool é, na verdade, um inibidor, o que significa que ele deixa seu sistema nervoso e sua capacidade de processar informações mais lentos. Isso dificulta pensar com clareza e também pode afetar o seu raciocínio, e você pode acabar se colocando em situações de risco.

Fígado

O fígado é responsável pela decomposição de qualquer bebida ingerida. Ele libera uma enzima chamada álcool desidrogenase (ADH), que converte o álcool em moléculas que são absorvidas ou eliminadas pelo corpo.

As pessoas metabolizam o álcool em velocidades diferentes, de acordo com a quantidade de enzima ADH que o fígado de cada um produz. As mulheres geralmente têm níveis mais baixos de ADH que os homens, assim elas metabolizam o álcool mais lentamente, e é por isso que o número de unidades recomendadas para as mulheres é geralmente menor. Se as pessoas têm uma quantidade significativamente menor de ADH no seu sistema, o consumo de álcool pode causar vermelhidão da face e a desconfortável sensação de calor, uma reação conhecida como rubor facial. Isto é notado especialmente em pessoas de ascendência asiática.

Fato importante

Seu fígado só pode processar uma certa quantidade de álcool ao longo de um determinado período de tempo. Se você beber mais rápido que isso, seu sistema ficará saturado, e a TAS (taxa de álcool no sangue) vai aumentar. Isso pode levar à intoxicação alcoólica aguda, que pode resultar em inconsciência, coma ou até mesmo em óbito.


Coração

O consumo excessivo de álcool pode causar pressão arterial alta, aumentando o risco de ataque cardíaco ou de acidente vascular cerebral. Beber em excesso pode causar batimentos irregulares (arritmia cardíaca) e, com o passar do tempo, isso pode enfraquecer a musculatura cardíaca. Esse processo também é conhecido como cardiomiopatia e pode resultar em morte prematura.

No entanto, pesquisas têm demonstrado que o consumo de quantidades moderadas de álcool na meia idade e em idades um pouco mais avançadas está associado a um menor risco de doença cardíaca coronariana. Você deve falar com o seu médico se tiver alguma dúvida sobre os efeitos do consumo de álcool no seu coração.

Mama

Algumas pesquisas revelam que, em comparação com as mulheres que não bebem, aquelas que tem um consumo até mesmo moderado têm maior risco de desenvolver câncer de mama.

 

 

Esta página foi útil?

Obrigado pelo seu feedback, você votou em [voto] Yes!No :(

O que você pode fazer em seguida

Viver plenamente a vida
Viver plenamente a vida

O álcool pode ser parte de um estilo de vida equilibrado. Leia mais para descobrir como.

Leia mais